domingo, 9 de julho de 2017

«RECORDAR-TE», DE ALEXANDRA CONDUTO

Lembram-se de vos ter contado AQUI que tinha ido ao lançamento do novo livro de poemas de Alexandra Conduto?
Pois... Fui, adorei e fiquei apaixonada pelo livro.
Já o li e tem estado na minha mesinha de cabeceira para ser folheado e lidos ocasional e aleatoriamente os seus poemas. Só não tinha vindo ainda aqui dar a minha opinião... mas venho a tempo, pois «Recordar-te» é um livro para se ir saboreando, para se falar dele em momentos de sentimentos fortes, para ser recordado em nossas vidas, principalmente em momentos de saudade.

O segundo livro de Alexandra Conduto, tal como o primeiro, foi escrito em memória do seu pai. Homem de garra e de personalidade encantadora, gente de bem, trabalhador de corpo e alma, pai presente e marcante... todas estas suas características, e mais algumas, foram o mote para uma admiração imensa pelo homem que lhe deu o ser, pela pessoa que mais influenciou a sua vida e que despertou nela o gosto pelas palavras.

Em «Recordar-te», Alexandra reuniu um belíssimo conjunto de poemas que lhe saíram diretos do coração. As palavras saudade, lágrima, alma, amor, tempo, tristeza, caminhada... todas elas surgem numa dança de ritmo tocante e puro, com aroma a sentimentos fortes e íntimos. Neste livro, as saudades do pai ganham asas e expõe a autora através de poemas com vida, com passado, presente e futuro, com amor e admiração.

Gosto mesmo muito desta obra e vou mantê-la bem perto da cabeceira.
Também eu sinto saudades de pessoas que marcaram a minha vida e a verdade é que, nas palavras de Alexandra Conduto, encontro algum conforto e paz.

Podem adquiri o livro «Recordar-te» AQUI.

Sem comentários :

Enviar um comentário