quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

«O ESCULTOR DE ALMAS», DE MÁRIO DE MOURA (DeMoura)

Uma das editoras com quem mais gosto de trabalhar em parceria é a «4 Estações Editora», que publica os seus livros sobre a chancela «O Castor de Papel». cujos editores são Mário Mendes de Moura e Ione França, dois profissionais empreendedores e dois seres humanos encantadores.
Esta editora tem dado o maior apoio a este blogue e confiado nas minhas opiniões e sugestões, o que tem muito valor para mim. Sempre fui e serei sincera no que aqui escrevo e dá-me uma grande satisfação e orgulho ter do meu lado profissionais de qualidade que, com humildade, aceitam e valorizam o que penso e sinto sobre o seu trabalho. Um bem-hajam. 😍

E é sobre uma obra de um destes grandes editores que hoje vou escrever algumas palavras.
«O Escultor de Almas» é um romance de DeMoura, o pseudónimo literário do editor, que chegou às minhas mãos logo no início da parceria mas que, infelizmente, só li em outubro. (Não sei bem o porquê desta demora, mas quem me dera ter lido antes!)

Os protagonistas deste livro são duas pessoas muito diferentes, cujas vidas se cruzam ocasional e inesperadamente.
Filipe é um homem culto e charmoso. Empresário no ramo da publicidade, a sua carreira encontra-se em ascensão e o futuro prevê-se promissor.
Érica é uma mulher jovem, inteligente e bonita, que procura uma oportunidade de carreira e luta com garra pelos seus sonhos.
Apesar das diferenças entre os dois, Filipe e Érica têm também muito em comum e, ao deixarem-se encantar um pelo outro, vêm as suas vidas mudar completamente, tanto durante a relação amorosa que constroem, como quando uma gravidez interrompida voluntariamente acaba por separá-los.
Este livro conta-nos, a três vozes, o passado e o presente desta marcante história de amor, levando-nos a conhecer as versões dos dois apaixonados e a acompanhar o reencontro uns anos depois da separação.

Tenho mesmo de começar por dizer que gostei bastante de ler este livro e que fiquei agarrada a ele desde o início até ao fim.
«O Escultor de Almas» é um romance delicioso, que nos conduz por sentimentos bem fortes como a paixão, o amor, a angústia, o deslumbramento, a raiva, o ciúme, o orgulho... 
É uma história narrada, mas também contada na primeira pessoa pelos protagonistas, o que nos aproxima bastante de cada um deles, ao ponto de criar empatia e de (quase) conhecermos um pouco do seu íntimo, das suas razões e motivações, dos seus medos e sentimentos.
A forma como o livro está organizado facilita esta proximidade com as histórias e as personagens. Para além de ter capítulos narrados pelo autor (e escritos em letra preta) e outros pelos próprios protagonistas (em letra verde), também apresenta a história de forma não sequencial, o que desperta a curiosidade do leitor e proporciona algumas surpresas.
Bem equilibrada em relatos, descrições e diálogos, a escrita de DeMoura é cativante, leve, ritmada e de fácil leitura e compreensão, indo bem ao encontro do que o leitor precisa para se deixar envolver pela história.

Para terminar, só posso dizer que foi um enorme prazer conhecer «O Escultor de Almas» e a escrita de DeMoura, pelo que agradeço de coração à editora por esta oportunidade.

E como acredito que os meus seguidores também irão adorar este livro, deixo aqui a todos a possibilidade de o adquirirem com 20% de desconto.
Para tal, basta contactarem-me pelo e-mail lunamarisa91@gmail.com e fazerem o vosso pedido, recebendo comodamente o livro em casa, enviado pela própria editora.

Sem comentários :

Enviar um comentário