terça-feira, 2 de agosto de 2016

"PAIXÃO ALUCINANTE", DE MARTA VELHA

Já conhecia a escritora Marta Velha desde a leitura do seu livro "Amor de Desus", sobre o qual dei a minha opinião AQUI. Também a conheço através da sua página de facebook e tenho muita admiração pelo seu trabalho, quer pela escrita, quer pela forma entusiasmada e perseverante com que se dedica à promoção dos seus livros. (Parabéns, Marta!)

O romance "Paixão Alucinante", editado em maio de 2014 pela Chiado Editora, conta-nos uma história de amor entre três personagens: Lara, Guilherme e Matilde.
Lara é uma jovem e promissora jornalista numa revista da atualidade, onde também trabalha Raquel, a sua irmã gémea.
Num dos seus trabalhos para a revista, é-lhe proposto que escreva um artigo sobre os sonhos das crianças. Sempre bem-disposta, meiga e tranquila, Lara aceita o desafio e inicia um trabalho de pesquisa numa escola da cidade. À turma escolhida para a acolher pertence Matilde, uma criança doce cujo único sonho é ganhar uma mãe dedicada e carinhosa, que a ame e faça feliz o seu pai, o "coração mais doce do que chocolate".
Enquanto decorre a pesquisa de Lara, a revista recebe um novo funcionário, que começa como paquete mas que acaba por se revelar um trunfo na empresa.
Trata-se de Guilherme, um jovem e bem parecido viúvo que se integra facilmente na dinâmica da revista, estabelecendo com Lara uma relação de empatia e cumplicidade mútua, que ultrapassará os limites do emprego.
E este interesse recíproco inesperado na vida de ambos vem pôr à prova os medos e os sonhos dos dois e desafiar os seus planos de futuro.

Tal como aconteceu com "Amor de Deus", gostei bastante de todo o enredo deste livro, apesar de o achar um pouco "previsível" demais, mesmo nas revelações supostamente surpresa. (Também não sei se era essa a ideia da autora!)
Contudo, achei a relação entre Lara e Guilherme muito enternecedora e cativante, baseando-se em sentimentos simples e sinceros, o que a torna real e cria proximidade e empatia com o leitor.
Também as relações entre Lara e Matilde e entre a criança e Guilherme se revelam um ponto forte no livro, intensificado pelas características de cada uma destas três personagens principais.
Gostei muito do caráter ao mesmo tempo realista e romanceado patente na história e na escrita de Marta Velha, o qual dá autenticidade às personagens, às cenas e aos cenários.

Para terminar, tenho de referir que este livro me parece uma boa aposta da editora.
Quero ainda agradecer a simpatia e amabilidade da autora pela oferta deste livro, bem como a ternurenta dedicatória.

2 comentários :

  1. :)

    São comentários assim que nos dão força para continuar!! Beijinhos Marisa e tudo de bom.

    Marta Velha

    ResponderEliminar