quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

UM MINI-PILHÃO EM NOSSA CASA COM O ECOPILHAS

Há anos que não deito as pilhas e as baterias para o lixo normal.
Tal como separo as embalagens, os vidros e os papéis, também o faço com as pilhas.
No entanto, guardava-as num saco de plástico, até que estivesse cheio, para as deitar no pilhão numa das idas aos ecopontos.

Agora tenho uma nova e mais segura forma de guardar as pilhas cá em casa até as deixar no sítio certo, graças à gentileza do ECOPILHAS: um mini-pilhão doméstico.
E não foi preciso ter qualquer estatuto especial nem preencher nenhum formulário complicado. Foi mesmo só mandar um e-mail para esta empresa sem fins lucrativos e pedir que me enviassem o mini-pilhão, deixando o meu nome e morada.
Demorou 14 dias úteis até chegar e fiquei satisfeita com esta iniciativa.

O meu e-mail foi enviado para geral@pilhas.pt e dizia mais ou menos o seguinte:

"Boa tarde
O meu nome é Marisa Luna e guardo sempre as pilhas cá em casa.
Soube que oferecem mini-pilhões.
O que preciso fazer para receber?
Deixo os meus dados pessoais:
Nome: ...
Morada: ..."


A ECOPILHAS é uma Sociedade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores constituída pelos principais produtores de pilhas e acumuladores nacionais e que tem como principal objetivo assegurar a recolha seletiva, armazenagem temporária, triagem e reciclagem destes resíduos recolhidos em Portugal.


Para além da cedência dos mini-pilhões domésticos, a ECOPILHAS desenvolve uma série de projetos com escolhas, autarquias e empresas, bem como promove ações de sensibilização ambiental e de solidariedade social. O site da empresa tem tudo explicado de forma muito acessível.

E porque devemos contribuir para a reciclagem de pilhas? 

A empresa aponta as duas principais vantagens de o fazermos:
"- A primeira tem que ver com o facto de só se poder reciclar aquilo que é recolhido seletivamente. Logo, ao incentivar-se a recolha seletiva estamos a diminuir significativamente o risco de deposição descontrolada das pilhas e acumuladores usados, e a prevenir a possível poluição que daí pode advir.
- A segunda vantagem é a da sustentabilidade. Reciclar significa recapturar materiais (no caso das pilhas, Manganês, Zinco, Aço e Carbono), que voltam a ser usados em processos produtivos, sem que seja necessário retirá-los da natureza (diminuindo por exemplo a necessidade de recorrer à exploração mineira para a obtenção dos mesmos). Na prática, reciclar significa não gastar tão depressa as reservas daquilo que é para nós precioso. "

Quem daí também vai pedir?
E quem tem outra forma segura de as recolher em casa?

4 comentários :

  1. Tenho dois mini pilhões já há uns bons anos. Um uso para por pilhas e o outro as lâmpadas. Mesmo que não tenhamos a caixa qq caixa serve. A ideia é mesmo não deitar as pilhas no lixo normal... Ainda bem que tomaste essa iniciativa. Espero que mais pessoas também o façam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sofia.
      Por acaso tenho lâmpadas por aqui em gavetas e deste-me uma boa ideia.
      Beijoquinhas

      Eliminar
  2. Vou fazer o mesmo :) Obrigada pela dica ;)
    Beijinho, Lu
    blogdamamalu.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. YES!!!
      É bom dar ideias a quem tem uma mente aberta.
      És linda, LU!!!
      Beijocas

      Eliminar