segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

NA APRESENTAÇÃO DO LIVRO "JURO AMAR-TE", DE ANDRÉ SOUSA


Há muito que estou para vir aqui falar sobre a apresentação do maravilhoso livro de poesia "Juro Amar-te", editado pela Chiado Editora e escrito pelo jovem, talentoso e afável André Sousa, um especialista na arte de escrever e falar sobre a mais poderosa força do mundo... o amor!
Nesta apresentação, que ocorreu no passado dia 20 de dezembro, no maravilhoso espaço "Chiado Clube Literário & Bar", o poeta fez-se acompanhar por duas amigas especiais, que partilham do seu gosto pela poesia e se orgulham da amizade com André Sousa: Sofia Felgueiras e Adelaide Miranda.


A primeira oradora foi a jornalista Sofia Felgueiras, que apresentou a obra e o autor, falando sobre a sua personalidade e o seu talento, referindo que André Sousa faz da poesia a sua vida. Leu 3 excertos do livro e orgulhosamente disse quem "quem gosta de ler amor, gosta de ler André Sousa".


Depois, a escritora Adelaide Miranda falou também sobre André Sousa e o seu livro, aconselhando os leitores a não o devorarem logo, mas a irem lendo aos poucos, voltando a ler depois e perdendo-se muitas vezes nos seus poemas, os quais servem de inspiração a quem os lê, ajudando nos momentos em que se precisa de amor.


Por fim, foi o próprio autor que nos falou (de coração para coração) sobre si mesmo e o seu livro.
A escrita de André Sousa começou a ser publicada e conhecida através do seu blogue literário "Pedacinhos de Mim", que se mantém ativo e atualizado e onde publicou textos, pensamentos e poemas, alguns dos quais foram incluídos em "Juro Amar-te".
André Sousa é um homem muito simpático, afável, bem-disposto e muito humano, que discursa de uma forma simples, sincera e direta, encantando quem o ouve, apesar de ter dito que escreve melhor do que lê.
Olhando o público nos olhos, de semblante meigo e informal, falou-nos sobre a importância do amor nas nossas vidas e em como podemos achá-lo no dia a dia e naquilo que nos rodeia.
O autor revelou-se apaixonado por livros e falou-nos da escrita de Eça de Queiroz e Gabriel Garcia Marquez como referência e inspiração. Também falou sobre outros grande autores, de cujos livros gosta especialmente, como Mário Zambujal, Mário de Carvalho, Herman Hesse e José Saramago.



Após a conversa do autor com os seus leitores, houve tempo para André Sousa responder a algumas questões, após as quais foram lidos alguns dos seus poemas de "Juro Amar-te". O escritor e as suas convidadas leram os poemas de que mais gostam, o que encantou o público presente.

Para grande surpresa minha, André Sousa convidou-me também a ler um dos seus poemas, o que me deixou muito nervosa e meio atrapalhada. Escolhi um pelo título, já que ainda não tinha lido o livro, e senti-me orgulhosa por fazê-lo, apesar de ter ficado com pena de não poder lê-lo (ou treinar?) primeiro para melhor mostrar a beleza do mesmo. (Obrigada, André, por confiares na minha leitura!!!)



Gostei bastante da apresentação deste livro, apesar de ter ficado um pouco triste por não ter visto a sala completamente cheia. Acho que o autor e a obra o mereciam.
Mais uma vez me custou não ver outros bloggers na plateia, o que não compreendo muito bem porque acontece, já que existem tantos e tantos blogs sobre literatura e que publicam opiniões literárias quase diariamente.

Ainda estou a ler (ou lendo) o livro de André Sousa, mas posso já adiantar que "Juro Amar-te" é muito mais que um livro com poemas. É um conjunto de lições, de dedicatórias, de histórias em verso, de pensamentos. É uma dança de palavras que exprimem emoções que todos sentimos pelas pessoas que amamos.

Sem comentários :

Enviar um comentário