sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

"SALVO PELAS ESTRELAS", DE KRISTINE BARNETT

O último livro que li na totalidade tocou-me de forma especial por dois motivos muito fortes: por contar a forma como uma mãe consegue nunca desistir de um filho com necessidades educativas especiais e por me deixar pistas importantes de como o fazer enquanto professora.


"Salvo pelas estrelas", de Kristine Barnet é uma lição para quem o lê, mostrando-nos que é sempre possível não desistir dos outros e usar as suas melhores qualidades e aptidões na construção de um projeto educativo e de um percurso de vida.

Este livro da SELF Desenvolvimento Pessoal Editora é um relato fascinante e verídico dos primeiros anos da vida de Jacob Barnett, contados na primeira pessoa pela sua mãe, Kristine.
Kristine relata, de forma direta e emocional, a forma como lidou com Jacob, a quem, aos dois anos, foi diagnosticado síndrome de autismo.

Jacob é um menino especial, que tem fascínio por sombras, luzes e estrelas, mas que não comunica com o mundo à sua volta de forma dita "normal". É apaixonado por cálculos e números, mostrando um talento especial na área da matemática. No entanto, tem tendência para se isolar e viver muito centrado naquilo de que mais gosta, o que leva os seus pais a consultar médicos e técnicos especialista, a fim de tentar que Jacob ultrapassa o seu problema.

Mas nem tudo corre como esperado e Kristine não aceita de todo o diagnóstico de que Jacob jamais aprenderá a ler e que nunca terá uma vida igual à dos outros meninos. Assim, com o apoio incansável do meu marido e de algumas pessoas que acreditaram e confiaram nela, Kristine descobre formas de ajudar o filho a traçar um caminho de aprendizagem e de vida, nunca desistindo nas adversidades e valorizando de forma excecional as suas capacidades e interesses.

E, para além de conseguir ajudar Jacob a não se render ao autismo, consegue ainda construir um mundo melhor para muitas outras crianças com problemas semelhantes, descobrindo formas fantásticas de aproveitar os talentos e gostos de cada um e apoiando as famílias no acompanhamento dos seus filhos.


Já há uns meses que tinha este livro numa prateleira da biblioteca cá de casa, tendo sido uma gentil oferta da editora, mas não sei bem porque razão ainda não o tinha lido. Talvez só agora tenha chegado o momento certo! (sim, eu acredito que não há coincidências e tudo acontece no tempo certo!)

Ainda bem que peguei nele e resolvi lê-lo... ADOREI!!
A forma como Kristine encarou o autismo do filho e conseguiu transformá-lo numa vantagem, num motivo de orgulho para toda a família e num exemplo para tantas outras crianças e seus pais é extremamente inspiradora.
Esta mãe é um exemplo para todas nós, mães e educadoras. Peguemos no seu caminho, tão informalmente descrito nas páginas do livro, e ganhemos motivação para olhar e trabalhar com crianças "diferentes" com otimismo e um olhar atento sobre os seus dons, transformando-os em vantagens capazes de mudar uma vida.
Os projetos que Kristine criou para ajudar crianças com necessidades educativas especiais deveria tornar-se inspiração para o atual sistema de ensino português, de forma a ajudar, verdadeiramente, estas (e todas as) crianças a traçar um caminho de aprendizagem, onde não têm de aprender todas ao mesmo tempo e da mesma forma.
Sei que em Portugal temos profissionais muito competentes na área da educação e acredito que seria possível melhores resultados com estas crianças, o que, indiscutivelmente, traria também vantagens para os outros alunos.

Aconselho mesmo a lerem o livro "Salvo pelas Estrelas", cujas primeiras páginas podem ler AQUI
Obrigada, Self, por me permitir conhecer tão valioso exemplo.

Jason e a sua família:



Sem comentários :

Enviar um comentário