domingo, 3 de janeiro de 2016

RODA O LIVRO 1 - "EU E AS MULHERES DA MINHA VIDA"

No ano passado, promovi um Desafio Literário em conjunto com 3 seguidoras do meu blogue, as quais se têm tornado 3 amigas cada vez mais queridas: a Carina Pereira, a Lurdes Teixeira e a Sofia Carmo.
Dei-lhe o nome "RODA O LIVRO" porque o objetivo era mesmo esse: fazer rodar os livros por todas nós.

"Eu e as mulheres da minha vida" foi o primeiro livro que li de Tiago Rebelo e confesso-me agradavelmente surpreendida.
Não sei porquê, ou onde fui buscar esta ideia, mas pensava que a sua escrita era mais erudita e sisuda, com histórias complexas e difíceis, por isso ler este livro foi uma constante descoberta.

A história deste livro é atual, divertida e com ritmo, ao mesmo tempo que deixa ao leitor pistas para refletir sobre as relações entre os homens e as mulheres, quer sejam de amor, quer sejam só de sexo.

A escrita de Tiago Rebelo é leve, fluída e cativante, rica em diálogos que parecem reais, que estão muito bem enquadrados e adaptados às cenas e às personagens.

Simpatizei muito com Graça, a esposa traída por Zé, talvez por cumplicidade feminina. Apesar de a ter achado demasiado apagada durante a primeira parte da história, gostei muito de ver a volta que sofreu e do final que lhe foi destinado.
A opinião da SOFIA CARMO aqui:

Gostei deste livro porque é uma história sobre a vida de uma pessoa que poderia ser qualquer um de nós. Mostra-nos que podemos cometer erros sem nos apercebermos do mal que estamos a fazer, ou pelo menos que não é assim tão mau. É daqueles livros que o narrador e personagem principal ao mesmo tempo, é sincero ao transmitir o que sente e pensa, a verdade nua e crua. Por isso não é uma personagem que apesar de parecer muito macho, e com comportamentos pouco dignos, não repudiei de todo. É uma leitura acessível e que entreteve-me, e que fará muitos homens sonharem acordados, mas também poderá ser uma alerta para as mulheres, quem sabe. Para mim este livro tem uma moral: nada na vida é garantido e por isso temos de dar valor às coisas importantes e não ligar tanto as insignificância como a luxúria...


2 comentários :

  1. adorei a tua critica literária... está mesmo fantástica e olha que era da mesma opinião que tu em relação ao escritor. Acho que o confundi cm outro ahahah.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada minha querida.
      Também gostei muito de ler o que escreveste.
      Beijocas e obrigada!
      beijocas

      Eliminar