sexta-feira, 21 de agosto de 2015

YOGA ENTRE HISTÓRIAS

Foi em dezembro de 2014 que dei de caras com o projeto "Yoga entre Histórias" de Cláudia Pinto Praça, tendo logo ficado encantada com a ideia, com os objetivos e com a dinâmica que poderia ser gerada a partir de um livro cujo título, por si só, já chama a atenção: "O leão que perdeu a juba".

Não posso fingir que saber que a Cláudia é professora não deu algum reforço ao enorme interesse com que fiquei pelo projeto, mas descobri que por detrás desta colega tão talentosa está mesmo um mundo de magia para as crianças e acabei por comprová-lo ao vivo e a cores!

Contactei a Cláudia e agendámos duas sessões de apresentação do livro e do projeto para o dia 19 de março deste ano, como forma de comemorar, ao mesmo tempo, o Dia do Pai e a Quinzena da Leitura.

A autora foi uma incansável ajuda na logística das sessões e foi MARAVILHOSO ter os meus alunos e os seus pais na escola, após o horário das aulas (das 17h30 às 19h30), a ouvir uma história, a relaxar com os exercícios de Yoga, a divertir-se com movimentos e imitações e a contactar, tão proximamente, com a autora de um livro (até a abraçaram e a trataram por "tu"!).

Falei da sessão AQUI.

A autora falou dela AQUI.

E vale mesmo a pena apresentar este projeto, que começou com um livro e já ganhou asas capazes de voar até bem longe!

PARABÉNS, CLAÚDIA!!!


O livro "O leão que perdeu a juba", com texto de Cláudia Pinto Praça e ilustrações de Zeka Cintra, conta a história de uma grande amizade entre os animais da selva e o seu rei. É que, certo dia, o majestoso e cabeludo leão acordou careca e ficou triste. Mas logo todos os animais se uniram para o ajudar e foram muitas e divertidas as cabeleiras que lhe arranjaram.

A história é deliciosa. Fala principalmente sobre amizade, mas também sobre preconceitos, alegria, companheirismo, cumplicidade... E fá-lo de uma forma simples e muito bem escrita para crianças, parecendo-me ótima para miúdos até aos 8/9 anos.

As ilustrações são muito apelativas, coloridas e divertidas, estando bem adequadas à história e à mensagem que quer transmitir, ajudando e complementando o projeto.

Cada página traz ainda um movimento de yoga para dar dinâmica à história e, ao mesmo tempo, desenvolver competências nas crianças e facilitar a relação entre quem lê e quem escuta a história, o que pode ser mesmo um mote para um bom momento de cumplicidade entre pais e filhos.


Sem comentários :

Enviar um comentário