quinta-feira, 13 de agosto de 2015

CASTRO DE TREGA, ESPANHA

Em fevereiro, fizemos um passeio magnífico pelo norte minhoto e pela Galiza, do qual fiquei com recordações maravilhosas.
Nesse passeio, conhecemos várias cidades, descobrimos cantos e recantos, visitámos as zonas históricas e encontrámos locais mágicos e que adorámos.

Um desses locais foi, sem dúvida, as ruínas arqueológicas "Castro de Trega", que se localizam no cimo do Monte de Santa Trega, no concelho de A Guarda (Pontevedra), correspondente a um povoado castrejo-romano, encontrando-se numa posição estratégica, a 341 metros de altitude e com o rio Minho lá em baixo.

Estas ruínas, limitadas por uma simples muralha, incluem construções originais incompletas e outras recriados (para o visitante perceber como seriam na época) e representam uma povoação que terá sido ocupada a partir do século I a.C. até ao século I d.C., extinguindo-se devido à romanização da península.

De acordo com alguns estudos, esta zona foi povoada pela comunidade dos Gróvios, que tinham como cidade principal o castelo da atual Tui. Os Gróvios foram um povo de caráter pacífico, com alguma capacidade comercial, mas de economia essencialmente agrária, destacando-se os cereais como matéria-prima principal, bem como a colheita de frutos silvestres. Exploravam o gado ovi-caprino, bovino e galináceo, bem se dedicavam a atividades têxteis. O seu comércio era muito dedicado à venda de vinho e de azeite.

As casas deste povoado, maioritariamente de formato circular, encontravam-se organizadas em grupos por atividades (habitações, oficinas, comércio, etc). Eram construídas com pedras unidas com barro, provavelmente rebocadas a cal e areia e pintadas de azul e branco. No interior, havia um fogo central, à roda do qual os habitares faziam as suas atividades, o que lhes proporcionava luz e calor. Os telhados eram de colmo, com forma cónica. Estas construções eram ladeadas por ruas estreitas e praças centrais.

As ruínas de "Castro de Trega" foram consideradas Monumento Histórico Artístico Nacional em 1931.













Fontes de pesquisa:
- https://pt.wikipedia.org/wiki/Castro_de_Santa_Trega
- http://www.osmeustrilhos.pt/2007/09/18/castro-de-santa-trega-galiza-espanha/

4 comentários :

  1. Parece-me muito bem, não conheço. Gostava tanto de conhecer o mundo inteiro, para já ficou mais uma parte bem vista a Toscana, e que nós amámos!!!
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá linda!! Vi as tuas fotos e adorei todas elas.
      Beijoquinhas e bom domingo

      Eliminar
  2. Lindo local, adorava conhecer! Uns amigos foram lá há uns anos e trouxeram também belas fotos e recordações :)

    ResponderEliminar