sexta-feira, 22 de maio de 2015

PRIMEIRA VEZ, AOS 37 ANOS...

Hoje fui à praia sozinha, pela primeira vez na minha vida de 37 anos, 3 meses e 2 dias.
Nem costumo gostar de praia, mas cheguei da escola com vontade e, estando sozinha em casa devido à vida social agitada dos filhos (ainda) pré-adolescentes, não tinha razões para não o fazer.
Na verdade, estou mesmo numa onda assim: apetece e não prejudica ninguém? Então, bora!
E foi o que aconteceu. (Parece simples, eu sei, mas para mim faz parte de um grande processo de mudança interior!)

Vesti o biquini, arranjei a toalha, peguei na mala e parti.
Quando entrei no carro, nem sabia bem a que praia queria ir. (Vantagens de viver pertinho do mar e entre dois rios!)
Acho que posso dizer que segui o meu instinto e fui dar à Figueirinha, na Arrábida.
Assim que lá cheguei, tive de admitir: "Que privilégio morar aqui!"

Pousei a toalha, despi o vestido, tirei o livro da mala.
E que bom que foi sentir a liberdade de estar assim, sem horários nem compromissos, sem vozes e gritos... apenas ouvindo o mar e sentindo o sol (não muito forte) na pele!
Que bom que foi estar em paz e sem medos, nem vergonhas ou complexos!
Que bom que foi parar de ler para admirar coisas pequenas e dar-lhes o prazer de me encher o coração, como a beleza do voo das gaivotas, o som das ondas a bater na areia quando a maré está quase cheia, o riso de uma criança que joga à bola com o pai ou o levantar dos grãos de areia pelo vento que, ocasionalmente, surgia mais forte!

Foi a minha primeira vez sozinha na praia e, podendo ser um acontecimento simples, transformou-se em duas horas de encontro comigo mesma, numa paz que procuro desde sempre.
E não teria sido a mesma coisa se não tivesse acontecido agora, precisamente e só aos 37 anos (mais 3 meses e 2 dias)!






1 comentário :

  1. E esses momentos vão saber-te cada vez melhor, para apreciares mais ainda o estares com os teus amores, acredita!
    E morar nessa zona é sem dúvida uma grande mais valia!
    Beijinhos

    ResponderEliminar