segunda-feira, 30 de março de 2015

CAMINHADA SOLIDÁRIA

No sábado de manhã fui à "Caminhada Solidária" organizada pelo Projeto "Famílias com Esperança", da paróquia e Centro Social da Moita.
Foi uma caminhada de aproximadamente 8 kms, pela praia e pelo campo, pela freguesia de Gaio-Rosário, que envolveu 237 participantes de várias idades, com o intuito de angariar bens alimentares e de higiene para as crianças em idade escolar das famílias carenciadas do concelho da Moita.


A caminhada foi muito bem organizada pela equipa do projeto, a quem dou os meus sinceros parabéns.

À chegada, junto à capela do Rosário, entregámos os bens para doação à equipa e recebemos uma pulseira que nos identificou como participantes. Tivemos também a oportunidade de adquirir rifas para que, no final, fosse sorteado um cabaz de compras, que foi oferta do Intermarché da Moita.

Fui sozinha e, no início, achei que iria sentir-me mal, mas encarei a situação como se fosse uma oportunidade para estar comigo mesma e o caminho começou logo de forma muito agradável. Além disso, facilmente fiz conversa com outros participantes e acabei por fazer amizades.

Todo o percurso foi muito agradável. Caminhámos junto ao estuário, pelos campos, passando por herdades onde pastavam vacas e cavalos que corriam livremente. Andámos por trilhos e caminhos mais movimentados. Parámos aos 5 kms para beber água e comer fruta (maças e laranjas já cortadas ao meio). Terminámos a caminhar na praia, junto à água, até voltarmos à capela do Rosário. No final, tirámos a foto da praxe para assinalar o evento:


Gostei mesmo muito. O convívio foi muito agradável, os sentimentos que se partilharam com olhares, gestos e palavras foram genuínos, a vontade de ajudar o próximo era muito evidente e o ambiente tornou-se alegre e luminoso. O dia também estava muito bonito, com uma temperatura bastante agradável e sem vento.

Ainda bem que muita gente aderiu e que se conseguiram juntar muitos produtos, pois há muitas famílias carenciadas que precisam da ajuda de todos e dar é um dever de quem pode um pouco mais.
Espero que haja uma segunda edição, pois todos ficaremos a ganhar.






Sem comentários :

Enviar um comentário