terça-feira, 20 de janeiro de 2015

NOVA PARCERIA COM A EDITORA ÓMEGA

Foi por acaso, numa daquelas viagens sem rumo pela net, que conheci a Editora Ómega.

Gostei do que li sobre esta editora, que nasceu em 2010 e que acredita que "São os autores que fazem grandes editoras (...)", pelo que preserva os objetivos de acompanhar a evolução das carreiras dos seus autores, não só no mercado literário mas também no ciberespaço e na sua participação em eventos públicos, bem como lançar novos autores que entrem no espírito da equipa.

A Ómega pretende abranger públicos de todas as idades e preferências literárias e ajuda na projeção internacional da Língua Portuguesa, defendendo valores como a criatividade, o otimismo, a ambição, o rigor, a inovação e a excelência.

No seu site, encontrei alguns livros que chamaram a minha atenção e resolvi contactar os seus responsáveis para procurar uma forma de estabelecermos parceria.

Recebi resposta favorável no interesse da editora, que logo me apresentou a sua revista, a INSIGHTS, que existe deste abril de 2013, com periodicidade mensal.

A INSIGHTS é uma nova revista do mundo editorial, que existe nos formatos papel e digital (clicar na imagem), que se debruça sobre temas como a Saúde (medicina convencional e alternativa), o Desenvolvimento Pessoal e o Bem-Estar e que inclui artigos provenientes de vários países de Língua Portuguesa,  Está à venda em diversos pontos do país e pode ainda ser feita a sua subscrição online, com direito a uma surpresa.



Em relação aos livros, que são vendidos online através da Livraria "Crivo das Letras", escolhi alguns para aqui apresentar, entre todos os que gostaria de conhecer melhor.


Título: "Ascenção e Queda de um Bipo"
Autor: Luisa Coutinho

Sinopse: 
Num conturbado período de crise religiosa e de afirmação do poder político, D. frei Manuel de Santo António, primeiro bispo de Malaca a residir em Timor, foi uma figura marcante na história religiosa e política de Timor. Homem controverso, viveu convictamente, entregando-se apaixonadamente às suas causas, crenças e valores. Abdicou de uma vida confortável e de uma brilhante carreira académica, para se dedicar à evangelização de Timor. Acreditava servir os crentes timorenses, a Igreja e a soberania portuguesa na ilha. Procurou dilatar e consolidar a soberania portuguesa na ilha, cristianizar toda a ilha de Timor e entregá-la pacificada à Coroa portuguesa. Foi governador e combateu lado a lado com os régulos timorenses na defesa dos interesses nacionais. Em tempo de crise moral e disciplinar, D. frei Manuel foi sempre intransigente contra o declínio moral de muitos missionários dominicanos, que recriminava publicamente, grangeando inimigos ferozes na Ordem de São Domingos, da qual fazia parte. Na Índia e no Reino, eram conhecidos os seus arrebatamentos. Impossibilitado de reprimir eficazmente as falhas cometidas pelos regulares, D. frei Manuel viu-se muitas vezes envolvido em conflitos violentos com os seus irmãos dominicanos. Passou vinte e quatro anos em Timor e travou muitas batalhas, em várias frentes, para poder cumprir a sua missão. Após uma longa e exaustiva dedicação, foi expulso da ilha que escolheu para sua terra. Quando ia a caminho do exílio, o bispo de Malaca tentou ir para o Sião e para a Cochinchina, para a frente da batalha que opunha o Padroado Português do Oriente à Propaganda Fide, mas foi-lhe negada essa possibilidade. Permaneceu em Goa, até ao fim dos seus dias, e continuou a defender até à exaustão os princípios pelos quais pautou a sua vida. D. frei Manuel de Santo António morreu em pleno combate, tal como viveu! Comemoram-se 350 anos do seu nascimento.

Título: "Colaço e Cufino"
Autor: Paulo Mira Coelho

Sinopse:
Culaço e Cufino é uma alegoria assente em dois irmãos que representam muito daquilo que é o povo português, na sua passividade, no seu desejo contido de revolta,na graça que empresta a todas as anedotas e a muitas das situações que põem a ridículo os governantes, e os pequenos episódios da vida de todos os dias.
O Culaço sente-se um peão nas mãos do Criador. É um autodidacta, indiferenteà sociedade, porventura bipolar, culto, solitário, desabitado pelas mulheres e porDeus, a quem ele in extremis desafia para um jogo de xadrez. O Cufino é um recatado pároco, para quem os pecados se resumem à sua incontrolávelsede de sexo, e as virtudes a uma postura solidária para com os paroquianos traídosno recato da sua sacristia.
Deus parece estar alheio aos desafios da humanidade, pelo que a primeira jogadade Culaço passa pelo assassinato do irmão. Mas Deus não dorme, e de jogada emjogada, os irmãos vão-se aproximando e o Culaço vai mudando, até que a morteos separa, para depois, e perante a eterna gargalhada dos deuses e seu desespero,o nosso herói se sinta na contingência de voltar a “encarnar”... mas num corpo de mulher.
A alegoria passa pelo Portugal de hoje, e pelo caricato de algumas figuras e factosque envergonham um país à beira mar plantado, um terreno escolhido, porventurapor Deus, como palco para a encenação apocalíptica do fim dos tempos. O Culaçotem um pouco de todos nós. Tem a malandrice, tem a voz vernácula, tem o toque desedutor, o jogo de anca, a inventiva, a alegria contida, mas também o desespero, ochorar baixinho, a tendência para o lamento e o miserabilismo de quem não consegueser mais nada do que ninguém!
Culaço & Cufino não é uma história de revolta, nem uma denúncia. É um encolherde ombros de dois homens que representam um povo, cujo principal dom é o desaber esperar. Esperar por melhores dias, esperar que a coisa não piore. Esperar queDeus se resolva a dar uma solução sustentada. Esperar que a paciência acabe, porqueaté lá, vai-se andando!


Título: "É surpreendente"
Autor: Maria de Fátima Veloso

Sinopse:
A vida de Maria de Fátima Veloso decorria naturalmente, motivada pelo amor à dança e ao clube do seu coração, o Sport Lisboa e Benfica. Uma tarde, recebeu a triste notícia que uma das suas ex-alunas estava gravemente doente. A partir desse dia, a sua vida mudou completamente. Os seus objectivos, as suas crenças e todo o projecto de vida que tinha estruturado até então, estremeceram de tal forma que resultaram neste livro. À medida que fenómenos estranhos foram se manifestando no seu quotidiano, tudo foi questionado: O profundo mistério que envolve a vida e a morte; o sentido da vida; os fundamentos sobre os quais as sociedades actuais assentam os seus pilares e as suas esperanças; o sistema de crenças religiosas. Existirá Deus? É apenas uma ilusão que dá ao homem a segurança de que somos amados e que nunca estaremos sós? Morremos efectivamente? Talvez os espíritos existam, mas por falta de sensibilidade nossa, eles não consigam contactar connosco como nós desejaríamos. Este livro não só é um relato fiel de alguns acontecimentos, como pretende dar aos leitores que perderam entes queridos, algum conforto espiritual e alguma esperança. A sua venda reverteria na totalidade a favor de crianças carenciadas e com graves problemas de saúde.
Os direitos da autora associados à venda deste livro, vão na totalidade para o IPO do Porto, serviço de Pediatria
Título: "Travessia"
Autor: Aurora Burial

Sinopse:
Nesta viagem pelo tempo, a autora, tenta um retrato credível do que foi, nascer e crescer num país e à época, com um sistema muito duro e por demais agreste, exigido à classe pobre/trabalhadora; sem contudo, conseguir dominar a sua Alma grande e nobre.Foi um povo repleto de Valores morais e cívicos que cumpria na íntegra; pondoem relevo o amor e respeito pelos seus pais, avós e os mais idosos - hoje, lacuna grande e profunda entre nós. Católico no seu todo e sem hipocrisia. Daí a força e a alegria extraordinárias, que alimentavam o seu dia.As muitas escadas subidas e descidas, as obrigadas viagens (reais), as 'tais' fases amargas infligidas, assim como as dicas impulsionadoras, fazem deste livro leitura obrigatória, incluindo os mais novos, para treino nos trilhos das suas vidas...

2 comentários :

  1. Olá Marisa,

    Muitos parabéns!! Parece ter livros muito interessantes. De certo darão boas leituras.

    Beijinhos

    ResponderEliminar