quarta-feira, 6 de agosto de 2014

BIGODE: SIM OU NÃO?

Quando fomos pôr gasóleo no carro, vimos um senhor muito pomposo com uma grande bigodaça e o meu Hugo lembrou-se de me perguntar se eu queria que ele deixasse crescer o bigode.
Foi galhofa grande!!
É que eu não gosto nada de sentir pelos na cara dele, seja na barba ou por cima do lábio, por isso começámos os dois a imaginá-lo com aquele bigode tão emproado a querer dar-me um beijo e a fazer-me cócegas.
Não, não gosto de bigodes!
E, curiosamente, lembrei-me que não gosto desde miúda, vindo-me à memória um episódio da minha infância que ocorria de vez em quando lá em casa.

O meu pai quase sempre usou bigode. Às vezes até usava barba. Não sei se já me fazia impressão aqueles pelos, mas recordo-me bem que adorava vê-lo sem nada, com a face muito limpa e macia, cheirosa e lisa.
De vez em quando, quando ia fazer a barba, perguntava-nos:

- Filhas, querem que o pai tire o bigode?
- Sim!!!! - Gritávamos nós, eufóricas e aos pulos.
- Não tires! - Dizia a minha mãe.
- Tiro ou não? Quem manda mais? - provocava o meu pai.

E ali ficávamos nós de brincadeira, a ver quem tinha "mais voto na matéria" e à espera de ver qual a decisão final, arranjando argumentos para defender a nossa opção e "ganhar".
E era tão bom quando ele tirava o bigode!
Que cheirinho depois de todos os pelos tirados! Que bom tocar a sua pele macia!
E que agradável a sensação de "ganhar" e ver o meu pai com um ar mais novo e fresco, só porque as suas meninas queriam vê-lo assim!

Bom, muito bom!!

MALTA FAMOSA DE BIGODE



MALTA TÃO GIRA, QUE FICA BEM COM BARBA E BIGODE!

 

2 comentários :

  1. Eu gosto de ver barba e bigode de realmente ficar bem na pessoa, mas há alguns exageros que acabam por cair no ridículo!

    ResponderEliminar
  2. Ao acaso, me barbeando, vi no espelho meu bigodaço e tive que adotá-lo. É foda, agora não consigo tirar! Rs

    ResponderEliminar