segunda-feira, 23 de junho de 2014

DIA DO FILHO ÚNICO

É fantástico ter irmãos. Eu sei disso. São os nossos melhores amigos, estão sempre do nosso lado, aceitam-nos como somos (mesmo que resmunguem de vez em quando), há sempre brincadeiras e conversas, orgulham-se quando estamos em cima e abraçam-nos quando estamos para baixo...
Os meus filhos são assim um com o outro... num minuto desafiam-se, noutro abraçam-se. E quando é preciso, estão juntos de mãos dadas, defendendo-se mutuamente. Quero que sejam sempre assim unidos, apesar de únicos.

E como são únicos e raramente estão sozinhos, entenda-se um sem o outro, quando essa oportunidade surge também a aproveitamos cá em casa. É que é bom partilhar, mas também sabe bem estar no centro das atenções...
Nesses dias, tornam-se "Filho único" e o dia é organizado com o felizardo.

Ontem a Matilde esteve todo o dia nas festas das amigas (BFF) que fizeram a 1.ª Comunhão e o meu rapazolas contou com os papás só para ele...

Não andando muito dado a fotos, ou não estivessem as inseguranças de pré-adolescente a chegar, resta-me partilhar (e com isso prolongar) breves imagens de um dia muito porreiro a três, com momentos de alegria, outros de calma, outros (muitos) de mimos...






Sem comentários :

Enviar um comentário