quinta-feira, 13 de março de 2014

A PACIÊNCIA DE UMA MÃE-PROFESSORA

Hoje estou sem paciência. Ou melhor, agora estou sem paciência!
Acordei com ela nos picos máximos ou, como costumo dizer, com a garrafa da paciência cheia, mas fui gastando, gastando durante o dia e agora está vazia.
(Vá, há uma hora atrás é que estava mesmo, que agora já encheu uns 10%).
E esta é uma das desvantagens de ser uma mãe professora: há dias em que às 16h30, quando vou buscar os meus filhos, já não tenho qualquer paciência porque a fui gastando na escola desde as 9h da manhã!
Normalmente, mesmo em dias "maus", consigo reenchê-la à hora do almoço ou no caminho para casa... Mas quando ela está mesmo nas últimas, lamento filhotes, mas não dá!!!
E hoje foi assim...
Os miúdos estão elétricos, falam pelos cotovelos (e outras articulações), pulam e correm, querem espaço e tempo, exigem, não ouvem e levam-me a repetir muitas e muitas vezes a mesma coisa, brigam, aborrecem-se, precisam de carinho e atenção, querem rir e ser felizes e (como hoje) até fazem birras... E estas acabam com a minha paciência! Com 10 anos a fazer birrinhas??? Oh God!!!
Outras vezes são os pais que, apenas um e em minutos, terminam com uma percentagem maior da paciência do que os vinte seis alunos da turma... pessoas complicadas, pessoas que complicam, pessoas que não conseguem entender-nos (ou aos filhos)... pessoas que são super porreiras e ótimos parceiros de trabalho na escola, mas que precisavam de mais paciência do que aquela que sobrou dos miúdos. (Por acaso não foi este o caso hoje!)

E hoje foi mesmo dia de acabar com a minha paciência (de santa, diz o meu homem) e chegar (atrasada) junto dos meus filhos com a garrafa completamente vazia.
E como eles têm uma daquelas pontarias género centro de alvo, hoje vinham ambos com MUITO por dizer e MUITA energia... e eu? Sem paciência!!!
Oh crime, que eles não têm culpa... mas é uma desvantagem de ter estes dois papéis e passar quase 24 horas por dia a "educar".
A ver se mais logo ou amanhã compenso...
Se alguém souber de um sítio onde a garrafa se encha rapidamente, avise-me, por favor!!!
É que há dias de desespero!!!

Sem comentários :

Enviar um comentário