sábado, 1 de fevereiro de 2014

"O LIVRO DO AMANHÃ"

A última leitura que terminei foi da obra "O Livro do Amanhã", de Cecelia Ahern, do qual gostei bastante.
Foi um livro de leitura fácil e entusiasmante, principalmente a partir do oitavo capítulo, quando começam a aparecer informações que nos levam a quer descobrir sempre mais.

"O Livro do Amanhã" conta a história de uma jovem de 16 anos, tipicamente fútil e despreocupada, que sempre viveu numa família abastada e que, após a falência e suicídio do pai, se vê confrontada com a experiência de viver com a mãe numa casa mais humilde, à mercê da solidariedade de uns tios que lhes dão guarida.
Inicialmente revoltada com toda a situação, Tamara Goodwin, começa por arranjar alguns problemas, mas a sua vida e o seu pensamento começam a mudar quando encontra um livro muito especial numa biblioteca itinerante e, com ele, descobre que toda a sua existência está envolvida numa grande mistério.
Decide então descobri-lo e leva-nos com ela nessa aventura.

Gostei muito de ler este livro que, a exemplo de outros que já li da autora, nos apresenta uma escrita fácil e envolvente, que irremediavelmente nos prende a partir de determinado momento.
A personagem principal é uma jovem de personalidade muito interessante que, em alguns meses, descobre em si mais potencial do que poderia acreditar.
Todas as outras personagens assumem uma grande importância em todo o enredo, apesar de aparentemente parecerem mais secundárias.
Gostei da riqueza dos diálogos e da descrição do espaço onde tudo decorre, conseguindo imaginá-lo com relativa facilidade... gostei da desenrolar das descobertas, que foi ocorrendo progressivamente, deixando-me a imaginar o que poderia acontecer a seguir... gostei de voltar a encontrar títulos nos capítulos...

Ao contrário do que acontece na maioria das vezes, este livro não foi selecionado aleatoriamente da minha (grande) lista em espera, mas surgiu de uma ideia: comparar a minha opinião sobre uma obra com a da minha irmã, que, na altura, estava a ler o mesmo.
Ora se ambas temos o mesmo livro, porque não aproveitar e lê-lo (mais ou menos) ao mesmo tempo?
E foi isso que aconteceu e, apesar dela ter começado e terminado primeiro, foi interessante a experiência e permitiu-me fazer-lhe um pedido especial: escrever a sua opinião pessoal para eu colocar aqui no blog.

E é essa opinião que vou também publicar. Foi-me enviada pela melhor mana do Mundo e vou lê-la pela primeira vez aqui, junto com todos.

Opinião da mana Mafalda:



"Confesso que não tinha ideia nenhuma das tramas que apresenta este livro. Fui deixando desvendar, através da escrita de leitura fácil da autora, os pormenores que iam aparecendo na história e (muito ao meu gosto) se descodificaram nos capítulos finais. A ideia, um pouco mágica e fantástica, de vermos escrito num diário (que nós próprios escrevemos) os acontecimentos do amanhã, parece-me fantástica. A possibilidade de evitar alguns dissabores… de melhorar pormenores do dia, sem alterar o futuro, parece-me muito atrativa e positiva.
Este é um livro de leitura apetecível e muito boa companhia."

Sem comentários :

Enviar um comentário