sábado, 9 de novembro de 2013

QUASE 2 MESES DE "ARCANUM"

Tenho andado pouco envolvida em leituras, com pouca cabeça para ler...
Não sei se terá sido essa a razão que me levou a demorar tanto tempo a ler o livro "Arcanum", de Thomas Wheeller, mas a verdade é que foi difícil envolver-me e ter aquela vontade de ler que me faz deitar mais cedo ou andar com o livro para todo o lado.

Este livro é de um género que está muito em voga nos nossos dias: histórias de ficção com seres do sobrenatural e míticos. Ainda não tinha lido nenhum do género... Não foi fácil.
Posso dizer que na primeira metade do livro desconcentrava-me com facilidade das palavras escritas, voltava atrás imensas vezes para entender o que estava a ler e para entender todo o enredo.

No centro da história encontramos diversas personagens da história, como o escritor Arthur Conan Doyle e o mágico Houdini, que estão juntas num grupo de visionários que dá nome ao livro.
Este grupo reúne-se para descobrir o assassino do fundador do "Arcanum" e acaba por ter também como missão proteger um artefacto muito poderoso e uma criatura fantástica (anjo ou ninfa) de personagens do mal.
Num enredo muito rico em descrições, diálogos e informações culturais ligadas à ficção, penso que este livro deve encantar os amantes do género... percebi isso quando o meu Simão quis ouvir algumas partes e tive de "fugir" para não ter de lhe ler toda a história e penso que será uma leitura que adorará quando for mais velho.

1 comentário :

  1. Não é o meu tipo de livro, estou a ler o último do José Rodrigues dos Santos e estou a adorar a vida do Gulbenkian...
    Beijinho

    ResponderEliminar