quarta-feira, 2 de outubro de 2013

MARATONA DA LEITURA

Na semana passada inscrevi-me numa maratona da leitura que ocorreu durante todo o fim de semana.
O objetivo era simples: ler o maior número de páginas dos livros que preferisse.
A vontade era grande: pensei logo que seria o motivo certo para largar tudo no fim de semana e passar muito tempo a ler.
A derrota foi enorme: não li nem 20 páginas!!!

És uma maratonista fracassada, Marisa!!!!

A desculpa perfeita é que tive um fim de semana com demasiadas tarefas e não consegui mesmo arranjar forma de colocar as outras de parte e dedicar-me à leitura. As prioridades pareciam totalmente trocadas, passei o tempo com o livro que (ainda) ando a ler no pensamento, mas a verdade é que tudo me pareceu mais importante e essencial e as tarefas sucederam-se umas após outras como se ligadas estivessem e cheguei a segunda-feira quase tão cansada como estava na sexta. (E até relaxei!!)

No entanto, acho que foi (muito) mais do que isso: foi também a questão da "obrigação".
Sim, porque aleada à lista imensa de assuntos pendentes para resolver, estava sempre aquele "peso" do "ter de ler", que era o meu maior receio em relação à maratona e que acabou mesmo por acontecer.

Definitivamente não gosto de ler por obrigação. Não gosto, ponto!
Mesmo que o livro seja escolhido por mim e a hora de o fazer também. Não foi só por isso que não consegui, mas contribuiu.
Do que gosto mesmo é de andar com o livro atrás de mim para ler quando me apetece... nem que seja no wc, que toda a gente aqui em casa diz ser o meu local preferido. (Não é!!!!)

E esta semana está a ser tão cansativa que fecho os olhos mal abro uma página... e até estou a gostar do livro!!!!!!

1 comentário :

  1. entendo-te e tão bem ... também não gosto de ler por obrigação ... custa-me horrores :O

    ResponderEliminar