domingo, 13 de outubro de 2013

MÃE SOFRE EM TORNEIO...


O meu Simão pratica judo há cerca de um ano, duas vezes por semana.
Gosta muito da atividade, já está federado e tem cinturão amarelo.
O meu marido, que é que mais o acompanha em atividades e aulas abertas, gosta imenso de o ver e já nota grandes progressos com o passar do tempo.
Ele tem praticado muito e cada vez se empenha mais. O "sensei" (professor) é uma pessoa muito calma, que cultiva nos miúdos a tranquilidade e o equilíbrio, e a atividade faz muito bem ao meu rapaz, quer física, quer psicologicamente.
No entanto, sendo uma atividade menos praticada do que outras, apesar de estar em crescimento, os seus atletas não têm oportunidade de competir muitas vezes com colegas de outras equipas, o que faz muita falta para que aprendam mais e desenvolvam outras competências.
Assim, foi com imensa ansiedade que ontem o meu "menino" participou pela primeira vez num torneio da modalidade e nós fomos ver e apoiá-lo.
A sua equipa é pequena e tem elementos de várias idades. O Simão é dos mais velhos e pesados. Sim, que no judo os combates são organizados por peso.
O torneio era de benjamins, incluiu 70 crianças nascidas entre 2003 e 2006 e realizou-se no ginásio do colégio de St. Peter's School. Ele foi incluído no grupo dos mais pesados e participou em 4 combates.
Nós estávamos na plateia e eu, mãe super-galinha, apanhei uns nervos danados, ao mesmo tempo que tentava mostrar-me tranquila para que também ele se sentisse sereno. É que ver aquelas "cenas" de "luta" não é fácil e mexe comigo, dando-me logo vontade de lá ir e defendê-lo! Quase ia empurrando a minha cadeira para cima de outros pais que só gritavam "dá-lhe!" ou "está no papo!", com certeza já muito habituados àquelas aventuras. Eu não consegui articular palavra e, se bem que o meu orgulho subia incansavelmente, também por outro lado me apetecia estar no tapete a dar-lhe uma ajudinha, principalmente quando o via "preso" pelo pescoço, após um golpe sofrido! Ai ai ai!!!!!
Mas o meu rapaz portou-se muito bem e, apesar do resultado não ter sido o que ele gostaria, teve uma boa prestação e honrou a sua primeira experiência. Utilizou as técnicas que tem aprendido com muita responsabilidade e concentração, dando muita luta e mostrando um fairplay fantástico.
E voltou para casa com a primeira medalha e o primeiro diploma!!!



(Isto agora cá para nós: os miúdos anfitriões ganharam quase tudo! De certeza que andaram a treinar todos os dias da semana! Ou não conhecesse eu o espírito competitivo inerente à política do colégio!)

1 comentário :

  1. Nunca me convides para um torneio desses, porque não sei, não o que poderia fazer! Que raio de pais incitarem a violência, violência com violência se paga, levavam logo com a cadeira nos cornos e pronto!!! Nisto o que me agrada e só é o desenvolvimento do Simão, fisico e motor, porque o resto...

    ResponderEliminar