domingo, 8 de setembro de 2013

PÉS QUE TROPEÇAM E NÓDOAS NEGRAS

Há quase duas semanas, logo no primeiro dia de visita à invicta, tropecei numa das ruelas da cidade e fiz uma entorse no pé direito.
Na altura achei que era apenas cansaço de tanto andar a pé em subidas e descidas, mas pouco tempo depois o inchaço foi logo aparecendo, acompanhado de uma mancha negra e de uma enorme dificuldade em mexer normalmente o pé.
Devia ter ficado com ele imobilizado, mas estava de férias e não queria perder pitada da cidade, pelo que fui a uma farmácia e comecei logo a tomar anti-inflamatório e analgésico e a colocar uma pomada.
Tentei não fazer muito esforço e nesse dia andámos mais de carro do que no anterior, mas nas voltas a pé lá me fui apoiando mais no esquerdo e coxeando...
Já em casa, 3 dias após início do tratamento, continuei a tratar do pé que foi ficando melhor, apesar de ainda doer quando o esforço muito ou estou muito tempo em pé.

Na passada sexta-feira, já conseguindo andar quase normalmente, aconteceu-me outro episódio que, a juntar ao anterior (e às várias idas ao mecânico com os carros, eletrodomésticos avariados e alterações de vida desde junho), me levam a querer que "tenho de ir à bruxa" ou mandar benzer a famelga e os seus "acessórios".
Estava eu em mudanças na escola, carregando, pela primeira vez, os materiais da turma para o primeiro andar, quando, sem perceber como nem porquê, tropecei nos primeiros degraus e bati com a perna esquerda em dois ou três, apoiando-no no braço e ficando logo com umas manchitas verdes na perna e junto ao pulso.
Doeu um pouco, mas parecia, mais uma vez, não se tratar de nada de especial, até chegar a casa e ver o inchaço que trazia por baixo das bermudas e a cor cada vez mais escura das nódoas negras, o que explicava o porquê de tantas dores durante a condução.
Gelo, perna elevada, pomada... e andei nisto durante todo o fim de semana. E vou continuar!
Ainda tenho bastantes dores e não sei se o tratamento que estou a fazer será suficiente.
Só sei que tenho de descobrir quem é o santinho dos pés e das pernas ou então arranjar uma explicação para estes tropeções, pois já tenho pouco espaço para deixar marcas nos dois membros inferiores (e mais tenho eu uma perna grossa!!!) e estou um pouquito saturada de tantos "ai ais"...

1 comentário :