sexta-feira, 2 de agosto de 2013

"MEDIR O CÉU"

Acabámos de chegar do Museu Nacional da História Natural e da Ciência. Estivemos a "Medir o céu", que é como quem diz a observá-lo com telescópios, aprendendo mais sobre estrelas, planetas e galáxias, enquanto apreciávamos o céu do terraço do museu.
Foi a primeira atividade do "Ciência Viva no Verão" em que participámos este ano e ficámos os quatro a gostar (ainda mais) de astronomia.
Para quem não conhece estas atividades, gostaria de dizer que decorrem durante todo o verão e por todo o país, são totalmente gratuitas, abrangem áreas como a biologia, a astronomia e a geologia, são promovidas por centros de Ciência Viva espalhados pelos diversos distritos e incluem muitas atividades para todas as idades. As inscrições começam normalmente nos primeiros dias de julho e são fáceis a partir do site http://www.cienciaviva.pt/. Muita gente já adere ao projeto, mas normalmente há número limitado de inscrições para que as atividades decorram com sucesso. Cá em casa já participamos desde 2007 ou 2008 e já se tornou um ritual.

O céu tem sido sempre uma descoberta fantástica para nós e hoje ficámos um pouquinho mais apaixonados por ele. Depois de vermos uma exposição de fotografias tiradas de um satélite, observámos o planeta Saturno, com o seu anel lindo e uma das suas luas, vimos uma das estrelas mais brilhantes da constelação "Ursa Maior" que, na realidade, são um conjunto de duas estrelas que fazem movimentos uma em torno da outra, aprendemos que a Estrela Polar é um conjunto de 3 estrelas, aprendemos mais sobre as cores das estrelas e os enxames por elas formados e observámos algumas ao telescópio. Noutros anos já tínhamos visto outros planetas e até Saturno noutra posição, mas hoje estava magnífico e como o céu estava límpido, apesar da poluição luminosa da capital, conseguimos vê-lo mais ou menos assim:

Imagem retirada da Internet, muito semelhante ao que observámos hoje no céu de Lisboa
Já não dispensamos estes momentos em família e penso que muitas das ações em que participámos têm contribuído bastante para o bom nível de cultura geral dos meus filhos, que aprendem imenso sobre estes temas e valorizam os conhecimentos, relacionando-os com outros e com a vida.
Como professora, também sinto que fico mais "rica" do ponto de vista científico e empírico, o que me ajuda a proporcionar aprendizagens mais significativas aos meus alunos.

1 comentário :

  1. Olá Marisa! Já respondi à sua questão sobre a cestinha, no meu blogue. Estou disponível para mais informações.
    Bjs

    www.trapinhartes.blogspot.com

    ResponderEliminar