quarta-feira, 31 de julho de 2013

UM PAPA MAIS PRÓXIMO

Durante a minha semana de férias em Milfontes, acompanhei mais de perto a visita papal ao Brasil (através da televisão, pois claro!) e não consegui ficar indiferente.

Desde que o Papa Francisco assumiu funções que tenho, discretamente, acompanhado algumas das suas diferenças em relação aos seus antecessores, através do que leio e vejo na comunicação social, saltando-me sempre à vista valores que penso indissociáveis das funções de "chefe", enormemente importantes quando nos referimos a uma figura que pretende ser seguidora de Jesus. A humildade, a simplicidade, a alegria, a autenticidade, o companheirismo, a tolerância, a franqueza, o otimismo, a generosidade... entre tantas outras, são virtudes e/ou valores de vida que nos levam à felicidade, à luz, à paz e ao amor e que terão de ser ensinadas ao mundo através de exemplos de vida.
E todos os relatos, imagens e notícias que me chegam sobre o Papa Francisco trazem exemplos e mostras de que este é, de facto, um grande senhor e que marcará a diferença na vida de muita gente.

Para mim, crente, mas atualmente pouco praticante (no sentido dado pela Igreja a este adjetivo), tem sido uma imagem de fé e de esperança num amanhã melhor, uma figura que se aproxima do Bem a toda a hora, que não é de vaidades e dá valor ao que é essencial e prioritário.
O Papa Francisco, com o seu exemplo e (também, mas não só) com as suas palavras, tem feito com que volte a acreditar que Jesus usa muitas vezes a minha voz e as minhas mãos para chegar a alguns recantos e ajudar quem precisa.

Espero, do fundo do coração, que a força deste homem se mantenha por toda a sua vida e que outros "poderes" e "poderosos" não abafem nem destruam o que naturalmente parece ser a sua missão.


Sem comentários :

Enviar um comentário