quarta-feira, 24 de abril de 2013

SEM PALAVRAS...

Às vezes acho que sou mesmo uma pessoa desinteressante e sem nada para dizer!
Tanto que gosto de palavras e de com elas escrever ou falar, mas parece que nos últimos tempos (semanas, meses ou sei lá) parece que não há quem queira ouvir (ou tenha tempo e/ou paciência!).
Isto faz-me questionar se não serei apenas mais uma daquelas pessoas vulgares e igual a tantas outras, que muitas vezes digo ter orgulho de não ser (quando sinto que tenho uma personalidade forte e muito minha).
Há dias em que me sinto uma "jovem" de 35 anos bem diferente das que conheço da minha idade. Que se interessa menos por futilidades e mais por cultura, que prefere que os filhos brinquem diariamente do que façam muito trabalhos de casa, que mete a mão na massa na cozinha e transforma um pedaço de pouco num bocado bom de muito, que organiza o tempo sem se deixar dominar por ele, que prefere não ter a casa imaculadamente limpa mas sentir o carinho das gatas, que tem como essencial o que muitos acham desnecessário (e vice-versa), que prefere ter aqueles cognomes todos que me dão na escola (minha ou dos filhos) se reclamo do que alinhar em algo que não é para o bem das crianças...
Outros dias, acho que isto é diferente da maioria, mas errado... Aí, questiono-me e reflito, coloco os pontos nos i's e acerto o caminho (normalmente apenas com mínimos desvios).
Mas ultimamente começo a achar o contrário... que sou é igual a toda a gente e que nada do que digo pode interessar ou fazer alguém parar para ler. Questiono a forma como escrevo e falo... Aceito que falo mal, não sei expressar-me nem dar discursos, só sei fazer-me entender pelos miúdos, perco a coragem de enfrentar as pessoas e fico com conversas entaladas a remoer-me por dentro. Mas custa aceitar que também escrevo mal... ou que não escrevo nada que falha a pena ser lido... pois a palavra escrita é aquela que me mantém com sonhos mais profundos.
Não sei... mas normalmente não tenho muita gente a ouvir-me, nem a ler-me!! E fico triste e sem palavras!

6 comentários :

  1. Marisa, apesar de comentar pouco (ultimamente, quase nada) gosto do teu blogue e da tua vivacidade. Lembra-te que somos especiais. Cada um à sua maneira. Todos temos os nossos defeitos e todos temos as nossas virtudes. Podemos ajudar-nos mutuamente a perceber isso, mas nada melhor que o nosso espelho para percebermos que somos únicos! Por isso, toca de mudar o discurso!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Temos dias e dias... Uns mais felizes que outros. Mas tens certamente muita gente a ler-te através deste blogue, embora nem sempre comentem. És de certeza especial!

    www.trapinhartes.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Oh!! Marisa não penses nisso, há alturas assim em que ninguém nos lê, eu própria tenho andado afastada da maioria dos blogues....mas não é por não gostar, é falta de tempo, mas vou mudar a partir de hoje já vou voltar ao normal!
    E hoje é um dia especial, e desejo-te um belo dia da mãe!!!!
    Beijinhos e sê feliz!!!

    ResponderEliminar
  4. Continua a escrever porque as tuas palavras cheia de força e carinho, chegaram até a mim nesta fase menos boa.
    Obrigada de coração Marisa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Isso não é verdade! És uma pessoa interessante e dinâmica. Estou sempre a dizer te que eu não tenho a paciência e a pedalada para o que tu fazes. Escreves, partilhas, mimas-nos com passatempos, organizas desafios que tenho sempre gosto em participar, entre outras coisas. Nem sempre comento porque tal como tu, às vezes também não sei o que dizer. Para mim é mais fácil às vezes falar com os miúdos com quem trabalho todos os dias, que com os adultos. Interessa é que te sintas bem com o que fazes e acredita que há muita gente a ler o que escreves! Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá minha linda.
      Que bom receber este comentário.
      Na verdade este texto foi escrito já há 3 anos (faz hoje!) e só lendo é que percebo como "evoluí" durante este tempo.
      Obrigada por estares aí e por fazeres parte deste meu mundo.
      Beijocas

      Eliminar