sexta-feira, 16 de novembro de 2012

ANJINHOS DE NATAL

Este ano conheci o projeto "Anjinhos de Natal" através de uma outra blogger que tem aderido ao mesmo desde há algum tempo.
Li os propósitos deste projeto, a sua história e filosofia e não lhe pude ficar indiferente.
A família é o que mais preservo e amo na vida e sou dos que acreditam na sua vital e primordial importância na educação e da formação das crianças e não posso deixar de aplaudir aqueles que, nos últimos 14 anos têm contribuído para que muitos pais tenham presentes para dar aos seus filhos sem que os mesmos percebam que são oferecidos por instituições ou particulares.
Ajudar pais carenciados a dar como presente aos seus filhos o seu brinquedo preferido e uma peça de roupa que lhes está a fazer falta é o principal propósito de ser um "anjo" a ajudar um anjinho e decidi que este ano quero fazer este papel e ajudar outros pais a dignificar o seu papel e a verem o brilho no olhar do seu "anjinho".


Inscrevi-me.
Já recebi o nome e dos dados (idade e brinquedo e roupa preferida) do meu anjinho.
Hoje já fui comprar uma das prendas com a minha Matilde e foi muito agradável a sensação de estar com ela a escolher um presente especial para outra menina que não conhecemos mas que vai sorrir mais este Natal.
E foi tão gratificante pensar como vão sorrir também os seus pais quando lhes entregarem os "seus" presentes. De mãe para mãe, só posso ficar orgulhosa por poder aderir e dar graças por ainda o conseguir fazer, apesar de toda a situação do nosso país.

Antes de escrever esta mensagem, espreitei o site e o meu coração pulou de alegria por perceber que, apesar de estarem a passar por momentos de instabilidade e falta de esperança, os portugueses este ano estão mais solidários, pois o número de anjinhos adotados aumentou de 1800 (em 2011) para 2408 (atualmente), valores nunca alcançados anteriormente.

1 comentário :

  1. Que bom, princesa!!! Que orgulho de seres como és, nunca mudes!!! Amo-te

    ResponderEliminar