quinta-feira, 19 de julho de 2012

PEQUENINAS "ARRUMAÇÕES"

Há uns dias que ando em pequenas arrumações, daquelas que vão passando os meses e não fazemos, porque ficam sempre para depois.
Na realidade, também não fiz muitas ainda, pois as atividades da escola ainda estão a terminar e está muito calor... MENTIRA! Confesso que não me apetece andar com pressas e ainda não me deu fortemente a pancada das limpezas, por isso tenho feito pequeninas arrumações.

A única que foge à regra das "pequeninas"´foi a arrumação que demos (os 4!) na arrecadação que fica na garagem. Quando abri a porta ia-me dando uma coisa má e tive vontade (muita, mesmo!) de voltar costas e desistir. Sabem aquela gaveta que há em casa com tralha onde colocamos tudo para um dia arrumar? A maior cá de casa é a minha arrecadação! Foi difícil arranjar coragem, mas tirámos tudo para fora (enchendo a garagem de tralha) e estivemos a reorganizar o espaço e a arrumar tudo como deve ser. Também deitámos imensas coisas fora e temos algumas para "vender" nos leilões e/ou dar.
Os miúdos adoraram descobrir as piscinas insufláveis de quando eram bebés e colchões e dezenas de acessórios de praia que têm sobrado dos conjuntos que temos adquirido.
Resumindo: o espaço ficou arrumado (com a lenha em ordem e tudo!), alguns insufláveis foram para o monte dos avós para brincarem na piscina, ficámos com muito espaço livre e transformámos a banheira branca em preta depois de virmos os 4 com missão cumprida e tomarmos banho.

Na cozinha também fiz algumas coisinhas. Não, ainda não mexi nas gavetas, que a coragem também não é tanta assim, mas geri alguns produtos alimentares, para não haver desperdícios...

Cozi e congelei 12 ovos.
Os meus sogros mandaram ovos das suas galinhas. Tenho alguns de parte para levar para a minha mãe, que é uma doceira e tanto! Mas cá em casa não vão ser todos usados, de certeza. E como estamos em época de saladas frescas, decidi investir uns minutos e ficar com algo preparado para colocar nas mesmas, levar para piqueniques ou colocar ás rodelas em cima de pratos de forno.


Fiz e congelei 2 doses de molho bechamel.
Estive a fazer uma lasanha para congelar, usando os restos de 3 doses de carne que trouxe na sexta do restaurante onde jantámos (tive um pouquinho de vergonha de pedir, mas já ultrapassei!!!). PenseI: já que vou fazer bechamel, faço mais e guardo para uma ocasião maos "à pressa". E assim foi. Espero que se aguente.


Enchi um frasco grande de pão ralado especial.
Tinha algum pão duro e resolvi ralá-lo para ficar com uma preparação boa e caseira. Assim, ao pão todo que tinha, juntei coentros da horta da varanda, tomilho, alhos e oregãos e piquei tudo na Bimby. Ficou com um cheirinho apetitoso!


Descasquei e congelei dentes de alho.
Usando mais uma vez produtos da horta alentejana dos meus sogros, resolvi descascar algumas cabeças de alho e prepará-las para congelar. Sim, porque estes produtos biológicos não aparecem na horta quando queremos, mas quando a mãe natureza acha que sim. Sei que muita gente os pica logo antes de congelar, mas resolvi arriscar assim pois, como se sabe, uso sempre a Bimby e ela pica-os mesmo congelados e ficam ótimos! O meu dedo indicador esquerdo ficou um pouco magoado, por isso parei, mas ainda vou distribuir cabecinhas!


Fiz 2 compotas de melão.
Ainda usando o resto do melão que sobrou do bolo, fiz compotas caseiras ao meu género, já a pensar em cabazes de Natal. Usei fatias de melão, cascas de maçã (de 5/6 que tinha congeladas) e de limão, açúcar, erva-doce e (na varoma) poejo. Ficou com um sabor único e eu adorei a experiência.

1 comentário :

  1. És mesmo prendada, que orgulho na tua organização da vida. Nunca tinha pensado em congelar ovos! Também nunca sobra muitos cá em casa. Lol. Amo-te princesa por tudo o que és e muito mais!!!

    ResponderEliminar