segunda-feira, 25 de junho de 2012

DO QUE MAIS GOSTO EM MIM

Pode parecer parvoíce mas hoje apeteceu-me escrever sobre aquilo de que mais gosto em mim, fisicamente falando.
É calro que, para isso, contribuiu eu ter acordado bem, mas ficado absolutamente à beira da loucura quando subi para a balança antes do banho! Oh my God!!! (Que coitado não tem culpa que esta cabeça me leve a aumentar de peso!)
De manhã pensei logo que iria começar a fazer dieta e que iria colocar no blogue daquelas barras que vão mostrando os sucessos da diminuição de peso. Fiz um pouco de step no aparelho (não aguentei muito, confesso), tomei o pequeno-almoço a pensar por onde começar e apeteceu-me mudar de capítulo no livro do "Cocó na fralda2 para ver como fez a Sandra...
Mas entretanto, sem tirar de ideia que tenho de tomar uma resolução em relação a isto (mais por motivos de saúde do que por estética), iniciei o meu dia em reunião com as enfermeiras da Saúde Escolar e passei a centrar-me nos problemas dos meus alunos... que são bem maiores!

Ao chegar a casa pensei: "Antes que a neura volte a espreitar, deixa-me cá pensar no que gosto mais em mim!". E cheguei a uma conclusão bem linda e surprendente: as duas partes de que gosto mais situam-se nas pontas do meu corpo... estranho?

Ora, do que mais gosto é dos meus olhos, que são de um azul estranho (como eu), entre o cinzento e o azul, com manchas esverdeadas e uma aurela castanha à volta do preto. Sempre gostei deles, mas desde que ouvi da boca do meu marido (então padrinho de curso) que eu tinha "Os olhos mais lindos do Mundo" então mudei de ideias. Melhor, intensifiquei-a depois dele, como pai babado que é da sua princesa maravilhosa, continuar a dizer que os meus são os mais lindos, mesmo depois de admirar os dela.

Depois dos olhos vêm os pés. São bonitos, sim senhor. Não são tratados como deveriam (erro meu), numa fui a uma pedicure, tenho muitas cócegas, raramente pinto as unhas, tenho dores neles quando ando demais e precisam constantemente de hidratate, mas, à parte disto tudo, são bonitos e ficam bem em qualquer sandália. Por isso adoro quando chega o tempo quente e posso andar com eles à mostra.


E porque continuo a querer não estar de neura até ao fim do dia, vou aqui fazer 2 promessas a mim mesma:
- Arranjar as sobrancelhas e tentar maquilhar-me mais vezes (sem ser só em dias de festa), salientando estes dois radares de que gosto tanto;
- Marcar para ir à pedicure, arranjar os pés e pintá-los de uma cor (discreta mas) bonita.
Depois passo para mostrar a diferença.

O que uma pessoa faz para não acabar com os restinhos de autoestima que tem!

1 comentário :

  1. Susana Marques Andrade25 de junho de 2012 às 16:58

    Olá Marisa, estou a tentar seguir o teu blog. Espero que não te importes...
    Curiosamente também estou a tentar elevar a minha auto-estima... desde há um tempo a esta parte tenho-me descuidado muitoooo mas agora estou a tentar. Vender produtos da Avon tem ajudado um pouquinho... e se precisares cá estou para te ajudar...
    Beijinhos querida!
    Susana Marques Andrade

    ResponderEliminar