quarta-feira, 11 de abril de 2012

DE REGRESSO AOS "OUTROS" PEQUENOTES

Hoje voltei à escola e soube-me tão bem ser recebida de braços abertos!!
Ver os sorrisos ao portão, os olhares brilhantes e os braços prontos para receber e dar carinho foi muito revigorante!
Já tinha saudades dos meus "outros" meninos, dos meus alunos.
Não posso passar muito tempo sem eles. Sou professora-galinha, tal como sou mãe-galinha. Nada de exageros, mas tudo com muito mimo e proteção.
Sei que os reguilas não são "meus", mas são muitas as horas que passamos juntos, os momentos que partilhamos (de alegrias e tristezas) e encaro o meu quotidiano escolar como dias de missão (já 2 colegas mais experientes mo disseram e caiu-me tão bem!).

Há dias muito difíceis na escola... dias em que grito, em que me zango, em que desespero porque não consigo que algum aprenda ou compreenda o que lhe quero fazer aprender... há dias de muito barulho e em que só gostava de poder encostar a cabeça, fechar os olhos e ficar quietinha... há dias em que me apetece "dar umas palmadas" quando se portam mal ou não fazem o que lhes digo... há dias em que fico exausta por educar tantas horas em 24...

Mas também há muitos momentos de felicidade, de crescimento, de partilha, de orgulho, de aplausos, de lágrimas de alegria, de gargalhadas, de aprendizagens a brotar, de conclusões brilhantes ou piadas divertidas, de camaradagem. de amizade, de carinho... Há dias que compensam o desgaste de querer o melhor dos melhores para os meus alunos e de fazer o máximo que consigo por isso...

Sou uma professora exigente, que gosta que aprendam bem, com empenho, autonomia e motivação, que se portem com modos e maneiras, sem prejudicar os outros, mas não sou rígida demais, nem autoritária. Sou uma professora que se preocupa também que os alunos gostem da escola e que confiem na instituição e nos adultos que nela trabalham. Exijo um ensino de qualidade para os meus "outros", tal como para os meus "2 meus"!!! Gosto que me respeitem e que gostem de mim, que confiem e partilhem, não que tenham medo... Gosto que acreditem em si próprios, mesmo que os passos que dão sejam passinhos...

1 comentário :

  1. Que lindo texto, mana! É mesmo assim que te vejo. Obrigado por seres como és. Beijocas

    ResponderEliminar